Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

X Simpósio de Oncobiologia é marcado por diálogos internacionais

O X Simpósio de Oncobiologia ocorreu nos dias 28, 29 e 30 de setembro, na UFRJ. Em 2016, o Simpósio chegou à sua décima edição e trouxe pesquisadores internacionais da Inglaterra, Portugal e Argentina para o encontro que contou também com convidados da USP.

Durante a cerimônia de abertura, Alfredo Scaff, consultor da Fundação do Câncer, falou sobre projetos atuais e futuros na área oncológica. Destaque para o Programa Nacional de Formação em Radioterapia, que se propõe a qualificar profissionais que atendam ao SUS. A Fundação também desenvolveu tecnologias e está trabalhando nos “Hospices”, que são ambientes acolhedores para cuidados paliativos de pacientes com câncer. Outra iniciativa anunciada por Scaff é a criação do Hospital Fundação do Câncer, que será inaugurado até o fim do ano no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Em seguida, o pesquisador Delyan Pavlov Ivanov, da Universidade de Nottinghan, trouxe em sua palestra conhecimentos de pesquisa que ajudam na análise histológica de esferoides. Dentre os experimentos de Pavlov, o destaque foi a forma como ele organizou e cortou os esferoides por meio de um modelo feito em uma impressora 3D. O modelo permite um corte mais preciso do esferoide que possibilita uma visão mais clara da seção cortada. A cientista Anna Grabowska, também da Universidade de Nottinghan, trouxe informações sobre modelos pré-clínicos de câncer e falou da importância do estudo em células de estroma humano. E, por último, Alan Joseph McIntyre foi o terceiro convidado da mesma universidade. Ele mostrou conceitos e informações relevantes aos participantes do simpósio em sua palestra “Targeting the hypoxic tumour microenvironment”, quando abordou características da segmentação do tumor hipóxico.

O segundo dia começou com a palestra de Franklin Rumjanek, do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis, da UFRJ, que falou sobre a metástase e suas aplicações teóricas entre a seleção de Darwin e a progressão de Lamarck. Em seguida falou a médica Maria da Gloria Costa Carvalho, do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, da UFRJ, sobre a patologia molecular do câncer. Como convidado da USP de São Carlos veio Valtencir Zucolotto, do Instituto de Física, que destacou os avanços na área de nanomedicina e nanotoxicologia. O dia também teve apresentação de pôsteres de alunos de iniciação científica, mestrado, doutorado e jovens pesquisadores.

No terceiro e último dia, palestrou Bruno Costa-Silva, da Fundação Champalimaud, em Lisboa. Sua pesquisa visa investigar se tecidos saudáveis, localmente ou à distância, podem contribuir para a gênese tumoral, progressão e metástase, e se vesículas secretadas pelas células agem como mediadoras nesse processo.

No final do evento, foi apresentado um vídeo em homenagem à professora Vivian Rumjanek, idealizadora do Programa de Oncobiologia.

Foram também anunciados os melhores trabalhos apresentados no formato de pôster. Aqui estão os premiados do simpósio:

MELHORES TRABALHOS

COMUNICAÇÃO ORAL

Erika Menezes de Mendonça (Iniciação Científica) - UEZO

Barbara Costa Peixoto (Mestrado) - INCA

Carlos Frederico Lima Gonçalves (Doutorado) - IBCCF/UFRJ

Helio dos Santos Dutra (Jovem pesquisador) - HUCFF/UFRJ

Isabel Porto-Carneiro (Jovem pesquisador) - IECPN

PÔSTERES

Felipe Oliveira (Iniciação Científica) - IBqM/UFRJ

Rachel Thimoteo (Mestrado) - UERJ

Maria Cecília Oliveira Nunes (Doutorado) - ICB/UFRJ

MENÇÕES HONROSAS

(Iniciação Científica)

Jessica Andrade da Costa - INCA

Rafaela Louback - ICB/UFRJ

(Mestrado)

Danielle Cardoso da Silva - INCA

Isadora Ramos de Andrade - UERJ

(Doutorado)

Lucas Delmonico PGCM/UERJ

Mariana Figueiredo Rodrigues - IBqM/UFRJ

design manuela roitman | programação e implementação corbata