Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Exposição Saudável Mente estreia no Museu Ciência e Vida

Todo tumor é um câncer? Existe algum órgão do corpo humano que nunca desenvolve a doença? Essas são algumas perguntas respondidas na exposição “Saudável Mente”, que foi inaugurada no dia 28 de abril, no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias (RJ). Organizada pelo Programa de Oncobiologia da UFRJ em parceria com o Museu Ciência e Vida e a Fundação do Câncer, a exposição é voltada para o público jovem e é acessível a cegos e surdos. O conteúdo está disponível em libras e também através da audiodescrição.

A exposição mostra de forma leve e divertida que atitudes simples fazem muita diferença quando o assunto é prevenção do câncer. A expografia foi montada em uma planta baixa de uma casa imaginária, onde os personagens Thiago e Mila discutem vários aspectos sobre fatores de risco associados ao câncer.

Estreia

No primeiro dia da exposição, estiveram presentes alunos das escolas CIEP 180 – Pólo de surdos de São João de Meriti (RJ) e do Colégio de Aplicação da Unigranrio, de Duque de Caxias (RJ).

Durante a cerimônia de abertura, discursaram Jerson Lima Silva, Diretor da Faperj, Adalberto Vieyra, diretor científico do Programa de Oncobiologia, Russolina Zingali, diretora do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis da UFRJ, Mônica Dahmouche, diretora do Museu Ciência e Vida, André Oliveira, Secretário da Cultura do Município de Duque de Caxias e Claudia Jurberg, coordenadora do Núcleo de Divulgação do Programa de Oncobiologia. Todos frisaram a importância da divulgação científica para a sociedade e celebraram o resultado do trabalho de toda a equipe que participou da montagem da exposição.

Saudável Mente

Durante a exposição, o público poderá ver diferentes momentos dos personagens Thiago e Mila. Em um deles, a jovem vai ao salão colocar unhas de acrigel e descobre que a secagem desse produto é feita com raios ultravioleta, que podem aumentar o risco de desenvolver câncer de pele. Os visitantes também terão acesso a jogos, vídeos e observação da pele com lâmpadas de wood, um procedimento que utiliza uma luz específica para detectar manchas da pele invisíveis a olho nu, muitas delas provocadas pelos raios solares. Para os deficientes visuais, haverá réplicas em bonecos personalizados de Thiago e Mila, para que possam sentir os personagens com as mãos.

O conteúdo da exposição está disponível no site do Acubens, Museu do Câncer (www.acubens.com.br). Basta entrar no site e clicar em ExpoCâncer. Lá você encontrará as audiodescrições e o conteúdo em libras. Em Caxias, ficará até o fim deste ano e a ideia é angariar recursos para que faça itinerância por outras cidades brasileiras.

design manuela roitman | programação e implementação corbata