Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Dia Mundial Contra o Tabaco: Brasil tem muito o que comemorar

No dia 31 de maio é celebrado o Dia Mundial Contra o Tabaco. A data foi criada em 1988 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para relembrar os males que o cigarro causa à saúde e incentivar a diminuição do tabagismo ao redor do globo. As campanhas anticigarro no Brasil já surtiram inúmeros efeitos positivos. De acordo com dados do IBGE e do Ministério da Saúde, o número de fumantes caiu 20,5% no país nos últimos 5 anos.

Uma pesquisa elaborada pela revista médica The Lancet, em 2012, mostrou que o Brasil é o terceiro país com o maior índice de ex-fumantes (46,4% dos homens e 47,7% das mulheres que disseram já ter fumado diariamente haviam largado o cigarro). Em primeiro lugar ficou o Reino Unido (57,1% e 51,4%, respectivamente) e, em segundo, os Estados Unidos (48,7% e 50,5%).

Para manter o Brasil nesta rota de sucesso, a Fundação do Câncer prepara para este ano uma campanha cujo foco são as mídias sociais. De acordo com Valéria Veríssimo, “a Fundação do Câncer publicará, no Facebook, depoimentos de ex-fumantes e dicas para parar de fumar. Pela rede social, um semana antes, a organização vai convocar ex-fumantes a darem depoimentos. O objetivo da ação é chamar atenção para a data e ajudar quem deseja deixar o cigarro”.

Ano passado, a campanha do Dia Nacional de Combate ao fumo (29/08) feita pela organização ganhou destaque nas mídias sociais. Foram divulgados textos e imagens com diversas dicas para abandonar o cigarro. O material completo da campanha pode ser acessado através deste link: http://cancer.org.br/sobre-o-cancer/eventos-e-campanhas/nossas-campanhas/dia-nacional-de-combate-ao-fumo-2014/

Um longo caminho pela frente

O tabagismo é considerado pela OMS a principal causa de morte evitável no mundo. Só no Brasil, o hábito de fumar é responsável por cerca de 200 mil mortes por ano, com destaque para os casos de câncer de pulmão e laringe. Apesar da queda número de fumantes, 12% da população brasileira ainda faz uso do tabaco. A meta do governo é reduzir para 9% o número de fumantes na população adulta até 2022.

O Brasil é parte da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, tratado internacional elaborado pela OMS. Para tornar o hábito de fumar trabalhoso e complicado, diversas leis estaduais e municipais restringem os fumódromos e proíbem o uso de cigarros, charutos, cachimbos e similares em áreas públicas, sejam elas abertas ou fechadas.

Programa de Oncobiologia na TV Globo

No dia 30 de maio, o Núcleo de Divulgação do Programa de Oncobiologia da UFRJ fará uma participação especial no programa “Como Será?”, da TV Globo. A edição deste dia abordará os malefícios do cigarro e formas de prevenção entre o público jovem. O Núcleo foi até o Colégio Sagrado Coração de Maria, em Copacabana, e levou aos estudantes o livro-jogo Encruzilhadas. Não percam! O programa será exibido de 7h às 9h da manhã. Reprises na GloboNews e no Canal Futura, domingo dia 31/05, às 06h05 e às 15h, respectivamente.

design manuela roitman | programação e implementação corbata