Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Sai resultado do Edital 2013

O Programa de Oncobiologia acaba de liberar o resultado do Edital 2013. Cada um dos 15 projetos listados abaixo receberá, durante um ano, um auxílio de R$ 15 mil. O edital de pesquisa é financiado com recursos da Fundação do Câncer, que direcionou um total de R$ 225 mil para fomentar pesquisas do Programa neste ano.

Abaixo a lista completa dos agraciados e mais detalhes do processo de avaliação.

Os agraciados deverão entrar em contato com Ricardo Nejm, nejm@cancer.org.br , da Fundação do Câncer para levar e assinar a documentação necessária.

Alcides da Silva - Alcaloides naftoquinônicos: síntese, avaliação da citotoxicidade em células de leucemia e estudo do mecanismo de ação

Antonio Augusto Ornellas de Souza – Proteômica do carcinoma epidermóide de pênis

Claudete Esteves Klumb - Investigação de alterações genéticas e epigenéticas envolvidas na patogênese e prognóstico do linfoma de Burkitt

Cláudia Mermelstein – Papel de micro-domínios de membrana na adesão celular, proliferação e migração de células cancerosas

Claudia Lage – Pesquisa translacional em leucemias infantis: painel de avaliação de instabilidade genética na perspectiva do melhor diagnóstico em implantação no Instituto de Puericultura Martagão Gesteira/UFRJ

Gilda Alves Brown – Análise genética das lesões impalpáveis da mama

Maria Helena Ornellas – Avaliação dos efeitos da exposição aos BTXs (benzeno, tolueno e xileno) no genoma dos trabalhadores de postos de combustíveis

Martin Hernan Bonamino – Estudo da modulação e ativação de linfócitos por receptoresquiméricos de antígenos (CARs) e microRNAs

Patrícia Zancan – Reprogramação metabólica: a glicólise como alvo para o tratamento e prevenção do câncer de mama

Ralph Santos-Oliveira – Desenvolvimento de marcadores oncológicos (Aptâmeros) em nanoestrutura marcadas com radioisótopos como nanorradiofármacos

Rodrigo Martins – Vias de sinalização de danos ao DNA e epigenética na radioresistência e quimioresistência de glioblastomas

Rodrigo Soares Fortunato – Estudo do efeito do 17β-estradiol sobre a modulação da enzima iodotironina desiodase tipo 3 através das espécies reativas de oxigênio e suas implicações na carcinogênese tireóidea

Thereza Christina Barja-Fidalgo – Avaliação da ativação de macrófagos associados ao tumor por Lipoxina

Vivaldo Moura Neto - Glioblastoma e sua interação com o parênquima

Vivian Rumjanek – Tumores resistentes a múltiplas drogas – resposta à quimioterapia e ao sistema imunológico

Para este processo de seleção, foram encaminhados 19 propostas, com o limite máximo de escolha de 15 que serão apoiados pela Fundação do Câncer.

Segundo o avaliador, “preliminarmente, vale destacar a qualidade das solicitações e a evidência de que o Programa de Oncobiologia da UFRJ atrai cada vez mais projetos contemporâneos que abordam saberes diversos da Oncobiologia. Por esta razão central, a escolha foi uma tarefa difícil, sendo necessário relatar a metodologia pela qual se chegou à recomendação final”. As etapas foram as seguintes.

1) Leitura preliminar de todos os projetos, tentando efetuar uma primeira classificação, nem sempre possível em: (i) celular e molecular; (ii) clínica e cirúrgica; (iii) translacional.

2) Primeira classificação com base na completude de itens que são usuais num projeto de pesquisa.

3) Procura de 3 palavras-chave em cada projeto para, no PubMed, procurar 2 ou 3 trabalhos recentes de autores de outros países encontrados a partir dessas palavras.

4) Leitura dos resumos e das conclusões destes trabalhos sem fazer uma análise de métodos. A partir de uma primeira leitura comparativa foi atribuída uma outra nota preliminar aos projetos concorrentes, a partir dos elementos de originalidade percebidos.

5) A seguir foi analisada a produção científica de cada proponente nos últimos 5 anos (CV Lattes), os títulos foram lidos e foram contadas as publicações onde apareciam as palavras tumor/câncer/leucemia/neoplasia. Uma outra nota foi então atribuída.

6) Em produções mais gerais foram a seguir procuradas inovações metodológicas e mecanísticas capazes de iluminar a pesquisa na área.

7) Foi feita depois uma análise dos CV correspondentes a toda a carreira do coordenador (analisando contribuições e tempo de carreira).

8) A seguir, os projetos foram novamente lidos para a escolha de maneira comparativa dos que seriam recomendados com prioridade, procurando – com observância das notas atribuídas – incluir projetos enquadrados nas categorias (i), (ii) e (iii) acima, muitas vezes com fronteiras tênues.

design manuela roitman | programação e implementação corbata