Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Em debate: horário dos Journals de Onco

Em resposta a vários pedidos de mudança no horário dos Journals de Dados do Programa de Oncobiologia, que atualmente ocorrem às 16h, em quartas-feiras alternadas, o Núcleo de Ensino do Programa fez uma enquete sobre a possível troca com os pesquisadores e alunos associados. Porém, é preciso a colaboração de todos para encontrar a melhor solução possível.

 

Responsável pela organização dos Journals, a pós-doutoranda do Programa, Andrea Mariano de Oliveira, avaliou a possibilidade de horários compatíveis com os Journals de Dados de outros programas afins na UFRJ. Como todos entre 12h e 13h já estavam ocupados, Andrea e a coordenadora do Núcleo de Ensino, Vivian Rumjanek, perceberam que o de 13 às 14h poderia ser uma boa alternativa.

 

Então, as pesquisadoras decidiram fazer a enquete para saber se o novo horário seria mais apropriado para os membros do Programa, suas equipes e seus alunos, ou senão, para receber a indicação de qual seria algum outro mais adequado à maioria. Porém, de um total de 275 mensagens enviadas no dia 05 de agosto, até o momento foram obtidas apenas 31 respostas. Destas, 22 foram a favor da mudança e nove contra.

 

Apesar do baixo índice de respostas, um importante tema veio à tona: cinco pesquisadores de outras instituições (Inca e Uerj) afirmaram que um horário pela manhã seria mais prático para ir até o Fundão e depois seguir com suas atividades, como afirmou a pesquisadora Raquel Maia: “...O meu grupo também acha que o horário de 13h é ruim porque corta o dia ao meio e depois fica difícil e muito tarde para retornarem ao Inca. Desta forma, eu e o grupo nos reunimos e achamos que o primeiro horário (9h) seria o ideal...”.

 

Além destes, outros cinco da própria UFRJ concordam com a mudança, mas também preferem o horário matinal. “...eu acho 13h melhor do que 16h, mas fica bem no meio do dia, sendo mais difícil de conciliar com o experimento”, completa a doutoranda Fernanda Kyle, do Laboratório de Imunologia Tumoral, que também sugere a manhã como melhor alternativa.

 

No entanto, como a maioria das respostas até o momento se mostrou bastante favorável ao horário de 13h às 14h, Vivian Rumjanek acredita que também poderiam ser tomadas outras medidas mais inclusivas com os pesquisadores de fora da UFRJ, como um revezamento. “Podemos, por exemplo, organizar o 1º seminário de cada mês em outras instituições associadas ao Programa”, sugere. “O importante é que todos se encontrem regularmente, para que saibam o que os outros estão fazendo”.

 

Portanto, a questão ainda está em aberto. Pedimos aos demais membros e alunos que ainda não se manifestaram ou mudaram de opinião, e aos demais interessados em acompanhar nossos journals, que mandem suas sugestões para o nosso e-mail (oncobiologia@gmail.com) até 30 de agosto. O resultado da discussão será divulgado no próximo Onco News, no dia 1º de setembro.

 

Enquanto isso, não perca o próximo Journal de Oncobiologia, que acontecerá nesta quarta-feira (18/08), ainda às 16h, com a palestra “Inibicão das vias de produção de energia no hepatocarcinoma humano HepG2 pelo 3 -bromopiruvato”, apresentada pelo Dr. Antonio Galina, Prof. Adjunto do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ. O seminário acontecerá no Prédio do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UFRJ (Fundão), no Auditório Prof. Marcos F. Moraes (Bloco L subsolo - descida pela escada em frente à Farmácia Universitária). Contamos com a presença e a colaboração de todos!

design manuela roitman | programação e implementação corbata