Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Substância de planta é capaz de matar tumores

As pesquisadoras Cerli Rocha Gattas e Janaína Fernandes, do Departamento de Biofísica Carlos Chagas Filho, e Vivian Rumjanek, do Departamento de Bioquímica Médica, da UFRJ, prometem dias melhores para os pacientes com leucemia ou que apresentam resistência a vários quimioterápicos. O grupo depositou um PCT (Patent Cooperation Treaty, que cobre 122 países) de uma substância isolada do Chrysobalanus icaco , cujo nome popular, no Rio de Janeiro e em São Paulo, é Abajeru.

A substância, ácido pomólico, além de já ter apresentado excelente atividade contra tumores sólidos como de mama, de pele e de pulmão e contra a leucemia, surpreendeu os pesquisadores brasileiros devida a sua atividade anti-resistência a múltiplas drogas (MDR). A MDR é um dos maiores obstáculos para os pacientes com câncer, pois os mesmos não apresentam resposta satisfatória a diferentes tratamentos quimioterápicos.
A Dra. Raquel C Maia, do Instituto Nacional do Câncer, testou a substância em uma série de linhagens derivadas de células de pacientes com leucemia e com resistência a múltiplas drogas e obteve excelente resultados sobre as células tumorais.
Chrysobalanus icaco é um arbusto de dois a quatro metros de altura, encontrado, principalmente, na América Tropical e na África Ocidental. A amostra usada na pesquisa foi purificada de material recolhido no Rio de Janeiro, pela pesquisadora Rachel O Castilho, do grupo de Maria Auxiliadora C. Kaplan, do Núcleo de Pesquisas de Produtos Naturais, também da UFRJ. Vale destacar que 60% dos produtos utilizados para tratar doenças infecciosas e câncer, disponíveis no mercado ou em testes clínico, são oriundos de produtos naturais o que indica ser a biodiversidade brasileira uma importante fonte de recursos a ser investigada.

design manuela roitman | programação e implementação corbata