Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Veja o que saiu na mídia sobre câncer

Fundação do Câncer lança primeira campanha publicitária

Redação SRZD - 24/03/2009

Está no ar em todo o território nacional uma campanha publicitária da Fundação do Câncer. A ação inclui mídias eletrônicas, impressas, mobiliários urbanos, outdoors, cards e busdoors. Essa é a primeira campanha publicitária lançada pela instituição que passou por um processo recente de reformulação em sua comunicação com o público. O objetivo é aumentar a visibilidade junto à sociedade e o número de doações espontâneas. A ação está prevista para durar cerca de um mês.

http://www.sidneyrezende.com/noticia/34127+fundacao+do+cancer+lanca+primeira+campanha+publicitaria

 

Substância no veneno de serpentes pode auxiliar na cura do câncer

JB Online - 17/03/2009

Um tipo de proteína presente no veneno de algumas serpentes, denominado desintegrina, pode ser a chave para deter a metástase – migração desenfreada de células tumorais cancerosas para outras partes do corpo. A descoberta, que aponta uma nova direção no desenvolvimento da cura do câncer, é resultado de uma pesquisa coordenada pela professora Thereza Christina Barja-Fidalgo, do Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Ibrag/Uerj).

http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/03/17/e170323670.asp 

 

Espanhola engravida após reimplante de tecido ovariano

Ela é a primeira mulher do mundo a engravidar de gêmeos após superar o câncer e passar por reimplante

Efe – 24/03/2009

Uma espanhola de 39 anos que superou um câncer de mama é a primeira mulher no mundo a engravidar de gêmeos após passar por um reimplante de tecido ovariano, anunciaram nesta terça-feira, 24, fontes oficiais. A gravidez, que já está em sua 15ª semana, foi possível graças à combinação da reimplantação do tecido ovariano - que foi extraído da paciente antes do início do tratamento contra o câncer para preservar sua fertilidade - com a fertilização in vitro.

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,espanhola-engravida-apos-reimplante-de-tecido-ovariano,344036,0.htm

 

'Bebidas quentes podem aumentar risco de câncer'

BBC Brasil – 27/03/2009

Uma pesquisa da Universidade de Teerã sugere que o consumo de bebidas excessivamente quentes, a 70 graus centígrados ou mais, pode aumentar o risco de câncer no esôfago.

Especialistas afirmam que a descoberta pode explicar o aumento no risco de câncer no esôfago entre populações de países fora do Ocidente.

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mat/2009/03/27/bebidas-quentes-podem-aumentar-risco-de-cancer-755029926.asp

 

Mancha ou melanoma?

Agência FAPESP – 31/3/2009

Um grupo de pesquisa da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo método para distinguir entre manchas benignas e melanoma. A técnica consiste em medir diferenças nos níveis de marcadores genéticos.

A novidade conseguiu distinguir entre lesões benignas na pele e melanomas com uma taxa da sucesso superior a 90%. Também teve bom resultado com relação a casos incorretamente diagnosticados. O método deverá ajudar casos mais complexos, uma vez que, segundo os autores do estudo, exames comuns de tecidos, feitos em microscópios, podem ser ambíguos e subjetivos.

http://www.agencia.fapesp.br/materia/10296/divulgacao-cientifica/mancha-ou-melanoma-.htm

 

Governo de MG lança mapa do câncer no estado. Câncer de próstata e de mama são os que mais matam em Minas. Objetivo do estudo é direcionar políticas públicas.

Do G1, com informações do Bom Dia Minas – 30/03/2009

Um estudo da Secretaria da Saúde de Minas Gerais indica que o câncer de mama e o de próstata são os que lideram as estatísticas de morte pela doença no estado. O atlas, que acaba de ser lançado pelo governo estadual, faz um levantamento das mortes por câncer de 1979 a 2005.

A Zona da Mata está na macrorregião sudeste, que tem o maior número de mortes. Segundo os pesquisadores, alguns fatores podem ser apontados como causa para este resultado, como o número de habitantes da região, o baixo Índice de Desenvolvimento Humano e uma política de assistência voltada para tratar a doença e não para a prevenção.
http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1064271-5598,00-GOVERNO+DE+MG+LANCA+MAPA+DO+CANCER+NO+ESTADO.html

 

 

 

design manuela roitman | programação e implementação corbata